Se trate bem!

“O que você faz quando te tratam mal?

– Eu me trato bem e vou embora!”

Quando li isso, me chamou atenção! É perfeito! E possível, quando sabemos exatamente quem somos. A maior dificuldade dos dias atuais é que poucas pessoas se conhecem tão bem. Vivemos mergulhados em uma era de aparência, “likes” e superficialidades; e muitas vezes, acreditamos ser exatamente o que as pessoas enxergam sobre nós. Vale lembrar, que nem todos têm olhos generosos, então, podem estar usando “lentes distorcidas” para enxergar você!

gato

 

São poucas as pessoas que conhecem a nossa essência: apenas aquelas que nós permitimos que cheguem mais perto, que nos conhecem nos melhores dias (aqueles que postamos nas redes sociais), mas que também conhecem nossos dias ruins. Sim, eles existem! Para todas as pessoas.

Ninguém acorda plena, sorridente, feliz e maravilhosa todos os dias. E tudo bem! A vida real é assim!

 

Quando nos conhecemos verdadeiramente, a opinião e o comportamento das pessoas começam a ter um peso menor nas nossas vidas. Te trataram mal? Você sabe quem você é! Não se deprecie, não se subestime, não sofra demais… É desagradável sim! Muitas vezes é doloroso, decepcionante, mas erga a sua cabeça e se trate bem!

Se tratar bem significa buscar ser o seu melhor todos os dias (e não ser melhor do que “fulano”), entender que você não precisa provar nada a ninguém, a não ser a você mesma. Significa se respeitar, se valorizar, guardar o seu coração… É decidir não se expor a sofrimentos desnecessários, a lugares em que você é tolerada e não querida de verdade; e a pessoas que te magoam, que não te acrescentam. Você pode escolher! Como diz aquela frase: “Eu não sou obrigada!” Você não é obrigada! Se poupe!

thumbnail_IMG_3801 (2)

Se for possível transformar a situação, faça!  Tente de todas as formas restaurar relacionamentos e reaproximar pessoas. Mas sobretudo, perdoe as ofensas! Perdoar é necessário, mais do que isso: é essencial! Não viva a sua vida carregando uma “mala de amarguras”. Libere as pessoas, se libere! A vida é mais leve quando não temos raiva, nem mágoa de ninguém! A falta de perdão nos aprisiona. Seja livre. Perdoar é uma decisão e não um sentimento.

Aliás, tenho aprendido que na nossa vida, pouquíssimas coisas devem ser movidas por sentimentos. Eles são inconstantes e variáveis. Tenha convicções e tome decisões a partir delas. Dá mais certo!

E lembre-se sempre: Pessoas que te tratam mal, geralmente estão precisando de mais ajuda do que você. Ajuste também as suas “lentes”. Enxergue-as com olhos de misericórdia.

Flor no asfalto

“No meio do caminho haviam pedras. Mas também havia uma flor. Eu escolhi enxergar a flor.”

 

 

Uma paixão chamada: Bordeaux!!!

Oi gente!!! Estive bem sumida daqui, mas foi por uma boa causa: me dediquei à um período de estudos em Bordeaux e a linda cidade realmente conquistou meu coração!

Bordeaux é a capital da região Nova Aquitânia, localizada no sudoeste da França.  Durante muito tempo foi conhecida pelos franceses como “La Belle Au Bois Dormant” (“A Bela Adormecida”), com seus armazéns abandonados.  Mas a cidade foi completamente revitalizada, seus belos edifícios restaurados e recebeu modernos trams que fazem um contraste único com a arquitetura do centro histórico, prédios medievais e construções da época do Rei Luís XV. Em 2007 o centro foi tombado pela UNESCO e é o maior patrimônio urbano do mundo.

IMG_7540

 

Bordeaux é considerada uma “Petit Paris”, e embora sua arquitetura lembre realmente a “Cidade Luz”, Bordeaux tem belezas muito particulares e o charme de ser uma pequena cidade, com aproximadamente 250.000 habitantes.

O centro histórico permite que você faça tudo a pé, enquanto observa as charmosas lojas e cafeterias.  Para os amantes da bicicleta, existe um sistema de compartilhamento público de bicicletas que é maravilhoso! Você pode retirar a bicicleta e devolver em outro ponto da cidade, com o benefício da gratuidade por até 30 minutos.

IMG_8001

 

A cidade é  bastante famosa pelos seus vinhos. Em um final de semana visitei Saint-Émilion. Andar pelos vinhedos, visitar os châteaux, além de degustar a culinária maravilhosa da região é uma excelente opção de passeio, a menos de 1 hora do centro de Bordeaux. Você pode alugar bicicletas no Centro de Turismo de Saint-Émilion e fazer um tour diferente! Outra atração imperdível é a visita guiada à Igreja Monolítica e sua parte subterrânea. Uma verdadeira aula de história e um mergulho na cultura local.

IMG_7759

IMG_7798

IMG_7781

IMG_7761

 

Bordeaux tem muitos encantos. Cada pedacinho da cidade transborda  charme. Vou falar sobre alguns lugares que amei e considero imperdíveis. Mas eu vou começar pela gastronomia, porque sou apaixonada pela culinária francesa e principalmente pelos hábitos alimentares saudáveis que eles têm.

Uma coisa que me chamou muita atenção foram as propagandas na televisão de produtos industrializados. Todas elas têm uma mensagem na tela alertando a população sobre os riscos de uma alimentação não saudável. Eu amei isso! Imagina aí, uma propaganda de um salgadinho de pacote com um aviso: “Para sua saúde, evite beliscar entre as refeições”. Ou: “Para sua saúde, evite comer muito sal, muito açúcar, muita gordura…” Fantástico!

Voltando para a culinária, Bordeaux tem alguns pratos típicos como o Magret de Canard, Confit de Canard, o foie gras… Mas tem um docinho, bem regional, e que é a cara de Bordeaux: o Canelé. É uma sobremesa típica, tipo um bolinho de baunilha embebido em rum com uma casca caramelizada. É delicioso!!! Ele é vendido em toda a cidade, tanto em supermercados, boulangeries, como em lojas específicas como a tradicional “Canelés Baillardran”, que só a vitrine já é um show!

Fiz um Cours de Cuisine e aprendi a preparar um prato com o Magret de Canard. Gostei tanto, que depois foi a minha escolha em um restaurante bem charmoso que conheci: Le Confidentiel.

O restaurante é perfeito: ambiente gradável, equipe simpática, comida maravilhosa e as sobremesas… sensacionais!!!

Sobre os pontos imperdíveis da cidade…

A Place de La Bourse e o Miroir d’eau certamente são um dos mais conhecidos cartões postais da cidade.

O Miroir d’eau é o maior espelho d’água do mundo. Além de lindo, ele faz a alegria das crianças (de todas as idades!!! Rsrsrs) que aproveitam para se refrescar no verão!

IMG_8181

 

De lá, podemos apreciar a beleza da Pont de Pierre, construída às ordens de Napoleão Bonaparte I.  A ponte cruza o Rio Garonne e liga o centro da cidade com o bairro de La Bastide, na margem direita.

IMG_7472

 

A margem do Rio Garonne agora é um enorme parque público, onde as pessoas amam caminhar, patinar, andar de bicicleta, praticar esportes, conversar com os amigos, e fazer piqueniques nos dias ensolarados do verão. Na altura do Chartrons, antigos armazéns agora viraram lojas, restaurantes e cafeterias – o Quai des Marques (Hangars 15 a 19) é um “shopping” ao ar livre, onde você pode encontrar boas griffes com preços bem reduzidos nos períodos de liquidação; ou apenas sentar em um dos cafés e apreciar a tranquilidade do rio e a Pont Jacques-Chaban-Delmas, uma ponte de elevação vertical sobre o Garonne, inaugurada em 2013, pelo presidente François Hollande e Alain Juppé, prefeito de Bordeaux.

IMG_7652

IMG_7666

 

E por falar em piquenique… Eu fiz um, com uns amigos do curso, no Jardin Public! Criado em 1746, é um espaço verde de 10,8 hectares situado em plena cidade. Perfeito para passar momentos inesquecíveis com os amigos e a família, abriga um Jardim Botânico, uma biblioteca e um Museu de História Natural, além de diversas atrações para as crianças, como parques com balanços e carrossel e teatro de marionetes. O lugar é realmente lindo!

IMG_8083

 

Outro lugar interessante é a grande Place des Quinconces. Lá está o Monument aux Girondins, que é um monumento em memória dos girondinos  – um grupo político da época da Revolução Francesa. O monumento é composto por uma coluna com uma escultura em bronze e duas grandes fontes embaixo.

IMG_7697

IMG_7701

Um pouco mais à frente, fica a Place de La Comédie, onde está o luxuoso Hotel Intercontinental e o Grand Théâtre: um espetáculo à parte! Inaugurado em 1780, foi projetado pelo arquiteto Victor Louis, que também foi responsável pelo Palais Royal e Comédie-Française, em Paris. O interior do edifício foi restaurado em 1991 e mantém as cores originais: azul e dourado. É uma das mais antigas estruturas teatrais em madeira da Europa que jamais foi queimada ou precisou de reconstrução. Constitui a atual sede da Ópera Nacional e do Balé Nacional de Bordeaux, que eu tive a alegria de assistir em uma terça-feira à noite.

Este slideshow necessita de JavaScript.

IMG_7496

 

A Place de la Comédie é muito agradável, cercada por restaurantes e é um lugar delicioso para o fim da noite. E você ainda pode ter a grata surpresa de assistir um ensaio de parkour no telhado do teatro!

IMG_7497

 

Outro lugar encantador é a Place du Palais, uma pracinha discreta escondida à sombra da Porte Cailhau. A famosa  Porte Cailhau, tem 35 metros de altura e era originalmente a entrada principal de Bordeaux ao chegar do porto. Depois de diversas mudanças e reformas, em 2009, a praça, com seus restaurantes e cafés, tornou-se exclusiva para pedestres.

IMG_7707

 

Bem perto do apart hotel que eu me hospedei, ficava a Porte Dijeaux  – era uma entrada a oeste da cidade de Bordeaux desde os tempos romanos. Foi classificada como monumento histórico em 1921, mas sua construção é de 1753.

IMG_7457

Ela dá acesso a uma rua que vai até a Place du Parlement. Essa rua é repleta de lojas, sorveterias, restaurantes.

Endereço da imponente Galeria Lafayette de Bordeaux, a Rue Porte Dijeaux também dá acesso ao Promenade Sainte-Catherine, que é um centro comercial à céu aberto bem simpático e descontraído, com  37 lojas e restaurantes. Localizado no coração da cidade e perto das movimentadas ruas de St. Catherine e Porte Dijeaux, o novo centro comercial projetado em 2 níveis, tem  uma praça central, um mini espelho d’água com fontes e nos dá a sensação de estarmos protegidos do tumulto exterior.

IMG_7503

IMG_7506

 

A Rue Sainte – Catherine é a principal rua comercial de Bordeaux e a maior rua de pedestres da Europa, com 1,25 km de comprimento. Lá você encontra várias lojas maravilhosas, como a Sephora e a FNAC (que é enorme!!!), mas sempre muito cheias…

Bordeaux é realmente apaixonante e com 30 min de carro se pode chegar ao Oceano Atlântico e subir a Dune du Pyla – maior duna de areia da Europa, além de aproveitar a paisagem das belas praias. Das cidades beira-mar, a maior é Arcachon, onde você encontra animação a noite toda.

Como animação a noite toda não é muito a “minha praia” e moro em uma  cidade que tem   dunas para todos os lados (e são lindíssimas), Arcachon não foi um passeio que eu elegi como prioridade, mas tendo um tempo maior, acredito que vale a pena. As paisagens realmente são muito bonitas.

O último lugar que conheci foi a Cité du Vin e é realmente incrível ! Seria injusto chamá-la apenas de museu. O local se descreve como um “equipamento cultural único onde o vinho se expressa através de uma abordagem envolvente e sensorial”. Seu objetivo é mostrar o vinho de forma diferente, através do mundo e das épocas e em todas as culturas e civilizações. Um espaço temático, didático e totalmente interativo. Imperdível!!!

IMG_8056

IMG_8123

IMG_8115

IMG_8112

 

Enfim… a França realmente é um país que me encanta. Sou apaixonada pelo idioma, gastronomia, cultura e a  praticidade da vida que eles têm. Se você estiver por lá, não deixe de conhecer Bordeaux! Tenho certeza de que vai gostar! 😉

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tudo começa em casa!

O que a casa, o lar, significa para você?

Creio que o lar deveria ser um lugar de Paz (para onde sempre se quer voltar após um dia longo e cansativo), de amor, segurança, liberdade (de ser exatamente quem somos, expondo nossas fragilidades e recebendo encorajamento). Um lugar de dignidade, a base para o desenvolvimento e relacionamento humano. Onde temos nossas necessidades humanas essenciais supridas.

Certa vez, ouvi que a maneira como gastamos o nosso dinheiro, organizamos nossa agenda e vivemos em nossas casas, revela o que é, de fato, mais importante para nós. Eu acredito nisso! Você já parou para refletir? O que tem sido prioridade para você? Gosto de dizer que priorizo o que é eterno, o que vai deixar um legado – inspirar pessoas a serem melhores de alguma forma, em algum aspecto de suas vidas.

Quando falamos sobre “casa”, não é exatamente na construção de tijolos e cimentos, no que ela representa materialmente; mas sim, nos sentimentos que desperta, nas memórias que ela gera para nós e nossos filhos, no ambiente de aconchego e segurança que nos proporciona. Mais do que simplesmente uma “casa” – um verdadeiro LAR.

Nosso lar, pode e deve ser belo e organizado, em uma rotina com mais harmonia, charme e por que não… Elegância!

Para isso, aqui vão algumas dicas básicas e preciosas:

1. Limpeza.

Ninguém gosta de viver no caos. Se você tem alguém que a faça por você, ótimo. Mas se não tem, não encare como um castigo ter que fazê-la. Mudar a nossa percepção diante das coisas faz toda a diferença. Coloque uma música que você goste e simplesmente faça. Faça cantando, dançando… se você tem crianças, envolva-as na « brincadeira » . Faça ser agradável e não um martírio. Estabeleça um tempo para essa atividade e vai!

2. Organização.

Uma casa organizada dá prazer em estar! Sem contar que você encontra tudo quando precisa! E manter a organização, por mais desafiador que possa parecer, é uma questão de hábito. E hábitos são construídos! Uma vida organizada e uma rotina estabelecida vai otimizar o seu tempo e te fazer mais produtiva.

Se você precisa de ajuda para começar, pesquise sobre o assunto. Hoje, temos a internet a nosso favor. E se você tem o privilégio de morar em Natal, tenho uma amiga que faz um trabalho excelente nesse aspecto e ela pode te auxiliar na prática! (Segue o Instagram dela: @dani.concierge)

3. Refeições.

Elas geram memórias afetivas em nossos filhos, você sabia?

Então, a primeira dica é : não faça desse momento um inferno! É sério… A mesa é um momento importante. Que essa experiência seja marcada por amor, afeto, boas conversas e claro: um pouco de charme! Uma boa apresentação faz diferença! Eu realmente amo essa parte. Amo cozinhar para a minha família (embora eu não faça isso todos os dias) e amo mais ainda arrumar uma mesa charmosa e aconchegante. Lembre-se: para uma bela mesa, não há a necessidade de itens caríssimos, mas sim de bom gosto, criatividade e muito amor. Bom gosto = sem exageros! A máxima do “menos é mais” funciona aqui também. 😉

Tenho uma filha de 11 anos e o que realmente espero que ela aprenda, através do exemplo, é que as pessoas da casa (a família) são mais importantes do que as visitas. Então, não guardamos nada para ocasiões e nem pessoas especiais. Usamos nossa melhor louça, as melhores taças e uma mesa bonita nas refeições comuns do final de semana mesmo ou no jantar, períodos em que tenho mais tempo para caprichar nos detalhes e na apresentação dos pratos.

Experimente colocar mais encanto nas suas refeições do dia-a-dia! Você vai perceber que vale a pena!

4. Você!

Tudo bem que você está em casa, mas não precisa ficar descabelada e desarrumada, não é? Você merece estar bela e se sentir bem! Por você! Isso eleva a sua autoestima, te dá vigor e disposição. Conforto é a palavra chave, mas podemos ficar confortáveis penteadas e perfumadas, sempre!

E se você tem filhos, seja inspiração para eles. Acredite, as crianças vão sempre buscar inspiração em alguém.

Não esqueça jamais de “vestir-se” de amor, respeito, solidariedade e gratidão: isso é o máximo da elegância! ❤️💐

A Elegância está no « Ser »

Todas nós conhecemos alguém elegante. Aquela pessoa que passa um ar de segurança, coragem diante da vida, sofisticação e, é claro, naturalidade! Porque a verdadeira elegância não é forçada, ela simplesmente existe.

Afirmo tranquilamente que elegância não tem nada a ver com a grife das roupas e acessórios. A elegância está no ser: Ser segura, ser feliz de verdade, educada, gentil e ter bom gosto (no que vestir, no que falar e no agir). A elegância me parece ser muito mais uma questão de atitude!

Existem mulheres extremamente elegantes em sua simplicidade! E uma coisa elas têm em comum: São reais – Conhecem a si mesmas e são extremamente confortáveis em suas vidas. Seja tendo uma vida agitadíssima no escritório ou outro local de trabalho; ou agitadíssima em suas próprias casas (que também é lugar de muito trabalho!).

O que eu quero dizer é que não importa qual seja a sua rotina, você pode decidir ter um estilo de vida mais elegante. A elegância está nos detalhes. Pode ser na maneira como você se apresenta, na organização da sua casa, nos seus relacionamentos, nos afazeres mais básicos do dia-a-dia…

Descobri que a maturidade nos traz uma certa elegância. Uma mulher madura é confiante em si mesma, confortável e aprende a valorizar as coisas mais simples, os detalhes.

A mulher madura aprecia cada momento do seu dia como sendo único, e o faz da melhor maneira possível. Ela está, de fato, presente em sua vida! Não se lamentando pelo ontem e nem ansiosa pelo amanhã, mas inteira no hoje, autorresponsável pelas suas escolhas e no controle das suas emoções. Quanta elegância!

E geralmente, esse estado de espírito tão pleno e consciente, reflete na sua imagem.

“O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate.” (Provérbios 15:13)

Quando estamos bem na nossa essência, geramos um ambiente mais harmônico e nos preocupamos mais com o que está acontecendo ao nosso redor. Também sentimos mais prazer em estar em um ambiente organizado e belo.

Eu não consigo acreditar que mulheres essencialmente elegantes têm sua mesa do escritório suja e bagunçada e a casa um caos total! Ordem e harmonia caminham juntas com a elegância.

Ser elegante diante da vida não é nenhuma futilidade, é gratidão. Gratidão pela sua história, suas conquistas, sua família, trabalho, amigos. É dar valor ao que se tem, e usufruir da melhor forma. É usar a criatividade para criar o belo. É colocar charme na vida, amor no que é comum e leveza na rotina.

Para ter uma rotina mais leve e alegre, às vezes, precisamos rever alguns hábitos.

Nos próximos posts falaremos sobre algumas dicas simples e práticas para uma rotina mais charmosa… e por que não… mais elegante. 💐

Uma verdade sobre a mentira…

“Pensei em fazer piada sobre o dia 1 de abril, mas me recordei que a mentira já me feriu muitas vezes: Quando me contaram e quando eu contei. Me recordei das vezes em que pensei conhecer e não conhecia; em que acreditei ser e não era. Hoje, troco a piada por uma oração: Que eu seja verdadeiro, tanto quanto espero que os outros sejam.” (Abner Santos)

Mentir é construir castelos na areia. A mentira não permanece, não subsiste, não dura. Minha mãe já dizia: “Você pode enganar algumas pessoas por muito tempo, muitas pessoas por um certo tempo, mas jamais todas as pessoas por todo tempo.” Isso é fato!

beautiful-blur-close-up-2064439
Photo by Sigrid Abalos from Pexels

E pior ainda: a mentira fere pessoas, corrói convicções, destrói relacionamentos, disolve a confiança. Não há nada essencialmente bom na mentira. Não existe “mentira branca”, “mentirinha”, “meia mentira”, “mentirona”. Mentira é a ausência da verdade. Quem mente é mentiroso. Um grande desafio é dar o nome certo “aos bois”, mesmo que o nome não seja tão bonito! Precisamos parar de enfeitar as coisas feias, para que elas se pareçam “menos piores”.

Quando se tem a verdade por princípio, não há espaço para mentiras. Nem tão pouco justificativas e exceções. Princípios são inegociáveis!

A mentira é viciante, de tal modo que em um grau mais crônico, quem a pratica é capaz de acreditar nas suas próprias histórias, faltar com a verdade em coisas corriqueiras do dia a dia, mentir por tudo e por nada… e em determinado momento já nem percebe mais.

Todos nós já fomos vítimas dela em algum momento. Muitos de nós já a proferimos também. Mas o maravilhoso da vida é a nossa capacidade de “fazer diferente”, mudar, melhorar, evoluir! Podemos deixar a mentira para trás e começar uma nova história: de verdade, sinceridade, transparência, relacionamentos fortes e sadios, conversas francas, “olho no olho”. Nenhuma verdade ruim machuca mais do que uma “mentira boa”!

Quando decidirmos virar essa chave e de fato viver em verdade, poderemos criar nossos filhos sob esse princípio também, deixando pessoas melhores para o mundo. Muitas vezes nos preocupamos com o mundo que nossos filhos irão viver, mas a questão é: Que pessoas estamos deixando para o mundo? Que pessoas estamos sendo para o mundo?

Christiane e Amanda -37

Uma reflexão:  O que eu posso mudar hoje, para que a verdade seja um princípio real e contínuo na minha vida? Pense nisso. 😉

 

Os Outonos da vida…

O outono é uma estação interessante: é uma estação de transição entre dois extremos (verão e inverno / calor e frio).

Estação em que as árvores perdem as suas folhas. E precisam perder: é isso que as permitem sobreviver à próxima estação. Perder as folhas faz com que a energia que seria usada para alimentar as folhas, seja usada para o seu próprio aquecimento.

Às vezes também precisamos perder algumas coisas, para atingirmos o próximo nível, a próxima “estação” das nossas vidas. De certa forma, também vivemos nossas transições.

Você pode encarar uma fase de transição como um “deserto” a ser atravessado ou como um “mal necessário”. Eu, prefiro enxergar como um convite à uma renovação de vida. Um convite ao novo.

Transições acontecem o tempo todo! São excelentes oportunidades de concluirmos um ciclo e começarmos outro! De viver o que ainda não vivemos, de cometer novos erros (porque aprendemos com os antigos e tentamos não os cometer mais, não é?!) de fazer novas descobertas, estabelecer novas metas, encarar novos desafios.

Há beleza e propósito na transição! Você está passando por alguma agora? Eu estou (vou contar em outro momento!).

E o que você precisa deixar “cair”, deixar para trás? Lembranças, mágoas, ressentimentos, experiências ruins, frustrações, medo, relacionamentos abusivos, amizades destrutivas,… Não leve nada disso com você! Deixe cair! Não permita continuar carregando o que vai roubar a energia que você precisará para prosseguir.

Uma nova estação está a sua frente. “Destralhe” sua vida para receber o novo! Organize suas gavetas internas! Aproveite a jornada. Reflita, avalie, aprenda. Renove! Viva seu outono! 🍁

Plena aos 40!

Apesar dos desafios diários que enfrentamos: carreira, casamento, criação de filhos, desejo de se reinventar, mudar, recomeçar ou avançar; nós, mulheres de 40 (ou 40 e pouquinhos) estamos consolidando toda a nossa maturidade. Somos fortes, batalhadoras, estudiosas. Uma geração de mulheres que viu a internet nascer, se difundir e procura se adaptar às novas tecnologias.

Fazemos parte da chamada geração X (pessoas nascidas entre 1960 e 1980), que presenciou fatos históricos importantes e foi marcada por movimentos revolucionários.

Mas o “X” da questão é que somos fortes, mas não de ferro! Também cansamos, vez ou outra nos sentimos sobrecarregadas. E tudo bem! Você pode descansar… só não desista! Não desista de seus sonhos, projetos, não desista dos seus amigos, da família e principalmente, não desista de você! A nossa vida é uma travessia cheia de surpresas, passamos por vales que não gostaríamos de ter entrado, mas também pisamos em belos campos floridos que nos alegram e nos enchem de esperança.

Essa nova fase, mais madura, vem acompanhada de uma explosão de sentimentos, mas acredite, ela é incrivel! E aqui vão algumas dicas para que você a desfrute, na sua melhor versão:

1. Valorize a sua estação

Você já se deu conta do quanto caminhou para chegar até aqui? De quantos desafios, lutas, vitórias, perdas, decepções, alegrias, … ?

O fato é que para florescer precisamos passar por todas as estações! Valorize sua jornada, valorize essa estação. Ele está ruim? Tire proveito de todas as lições. A notícia é: vai passar!

Ela está boa? Desfrute dos ganhos, comemore. A notícia é: ela vai passar! Sim, nenhuma estação é eterna e a vida é feita de ciclos. Valorize o seu hoje!

2. Seja franca / verdadeira / real

A maturidade é incrível! Ela nos traz a lucidez de que não precisamos nos encaixar nos padrões de ninguém e nem tão pouco corresponder às expectativas do mundo! Quer maior liberdade do que essa? Seja você! Fale o que realmente pensa, e não o que os outros querem ouvir. Vá onde você se sinta bem, onde sua presença é desejada e não tolerada. Tire suas máscaras! A vida fica bem mais leve sem elas! Seja real!

3. Aprenda a lidar com o descontentamento alheio

Você não vai agradar todo mundo. E não precisa! Respeite as opiniões alheias, mas não permita que elas definam você. Saiba quem você é, porque e para quem de fato, você faz tudo o que faz. Tenha um senso de propósito. Viva de acordo com seus princípios e valores.

Se errar, peça perdão. Se erraram com você, perdoe. Simples assim. Descomplicar é a melhor maneira de viver.

4. Amplie seus relacionamentos

Conheça novas pessoas. Seja o tipo de gente que os outros querem ter por perto. Seja doce, já tem muita gente azeda por aí. Seja firme, sem ser rude. Sorria mais, as pessoas andam carentes de simpatia. Espalhe a sua por aí, não custa nada e você ainda pode melhorar o dia de alguém. Não tenha apenas relacionamentos superficiais. Saiba quem são aquelas pessoas que quando te perguntam como você está, realmente estão interessadas em ouvir e se importam. Se importe com os outros também, seja essa pessoa.

5. Aproveite tempo consigo mesma

Seja feliz com a sua companhia! Tenha um momento só seu. Faça algo que gosta: leia um livro, assista um filme, sonhe acordada, tome um café na varanda, deite na rede, olhe para o céu, escreva um poema, pinte, dance, enfim… tenha um tempo de qualidade com você!

6. Seja produtiva e não ocupada

Não se ocupe demais. Reflita em como tem gerenciado o seu tempo. Estar sempre ocupada pode ser uma fuga de uma realidade que não se quer enfrentar. Encare a sua vida de frente! Resolva o que tem que ser resolvido. Planeje, organize e faça. Seja produtiva. Comece e termine suas tarefas, suas ações. Tenha clareza nas suas ideias. Priorize as coisas que só você pode resolver, delegue as outras. Aprender a delegar é uma arte. Uma arte necessária! Não gaste tempo e energia com coisas que não te levam a cumprir o seu propósito.

7. Seja livre!

Livre de tudo o que te impede de ser o que Deus planejou para você! Você é, quem Deus diz que você é. Você pode, o que Deus diz que você pode! Siga em frente! Viva plena aos 40, 50, 60,… Faça cada segundo valer a pena. Viva por algo maior do que você mesma, deixe um legado. Se mova!

Nada é mais poderoso do que uma mulher que conhece o valor que tem. 💐